Adolescência: Primeiro passo é pensar antes de agir

ADOLESCÊNCIA: PRIMEIRO PASSO É PENSAR ANTES DE AGIR By Sueli Bravi Conte Publicado Revista Imediata – Indaiatuba SP

ADOLESCÊNCIA: PRIMEIRO PASSO É PENSAR ANTES DE AGIR

By Sueli Bravi Conte
Publicado Revista Imediata – Indaiatuba SP

A vida dos adolescentes deixou de ser um parque de diversões sem compromisso. Ela tem se transformado em uma selva, com decisões difíceis, pressão dos colegas, insegurança pessoal e ansiedade em relação ao que os outros pensam. Considerando ainda sentimentos de depressão, inferioridade, comparações e outras atitudes autodestrutivas como: pornografia, vandalismo, drogas e gangues. Ou seja, passou da hora dos pais e responsáveis repensarem suas ações.

Não, não é uma tarefa das mais fáceis. Mesmo enquanto pais amorosos e preocupados, cobrar ações positivas e compromisso não são atitudes que os seres humanos estão à vontade para desenvolver nem mesmo com sua prole. Portanto, educar nesse sentido, se torna uma tarefa penosa e cansativa, onde os discursos se repetem, irritantemente, para pais e filhos, todos os dias.

Não, também não há receita de sucesso. Todos nós estamos à mercê de experiências vividas e influencias do meio. Assim, cumprir a missão de orientador é um processo diário.

A dica é passar para os rebentos, agora, quase adultos, a maior quantidade de informações possíveis e acompanha-los de perto, bem perto. Colocarem-se como pais e mães que dialogam, e, principalmente ouvem os filhos. Para começar, deixar claro que eles são responsáveis por suas próprias vidas, que devem definir com os pais uma missão e meta a ser seguida com planejamento e foco. Nesse contexto entram: conhecimento de profissões, escolhas acadêmicas, relacionamentos com familiares, namoradas (os) e amigos; ou seja, priorizar o que é importante nessa fase.

Incentiva-los a ouvir atentamente, principalmente os adultos que colaboram com o seu desenvolvimento, também é muito importante, manter o respeito pelos profissionais educadores onde o ouvir e compreender vem antes do ser compreendido são atitudes com as quais todos ganham.

Compartilhar, dividir, trabalhar em conjunto, harmonizar-se. São atitudes que se bem colocadas, farão com que o adolescente sinta-se inserido na sociedade e renova-se sempre.

Oferecendo ferramentas para que os adolescentes saibam lidar com os problemas de modo eficaz é uma forma para que educadores, orientadores e responsáveis ajudem a melhorar o desempenho geral do ser humano em construção, reduzindo conflitos e melhorando, inclusive, a cooperação e o trabalho em equipe entre familiares, adolescentes e professores.

Desenvolvendo hábitos saudáveis, os adolescentes tendem a se conectar e nutrir mudanças comportamentais de dentro para fora, conquistando maior controle de suas vidas, melhorando seu relacionamento com a família e com os amigos, aumentando sua autoconfiança e autoestima, para tomar decisões mais inteligentes, alicerçadas em valores que são mais importantes. Fatores essenciais nessa fase para equilibrar escola, trabalho, amigos e tudo mais.

Assim, aos poucos vai se aumentando sua autoconfiança para que o adolescente sinta-se mais feliz e seus objetivos se tornem realidade, uma paz interior que se conquista no passo a passo.

 

Sueli Bravi Conte
Mestre em Educação, Psicóloga,
Psicopedagoga, Professora, Autora e
Doutoranda em NeuroCiência